Antes de abrir a sua empresa, você fez alguma análise do mercado, estudou o público com potencial de compra ou criou projeções de crescimento? Se você acredita que tudo tem dado certo mesmo sem fazer essas atividades, é porque deu muita sorte ou ainda não percebeu o quanto poderia crescer com um planejamento estratégico adequado.

Agora, caso não tenha colocado em prática alguma dessas tarefas, provavelmente você se perdeu em algum momento na gestão do seu negócio. Há também os empreendedores que fizeram essas análises e que, de certa forma, executaram um planejamento estratégico, mesmo sem abordar os outros pontos essenciais.

A questão é que o planejamento tem um papel importantíssimo na previsibilidade e na inteligência de um negócio. Esse estágio, geralmente antecessor à abertura de uma empresa ou ao lançamento de algum projeto, define as ações que serão tomadas para atingir um determinado objetivo. É uma fase em que todos os passos gerenciais e operacionais são pensados para que você nunca se esqueça de como, quando e onde quer chegar com o seu empreendimento.

Neste post, você vai entender o que deve ser feito para construir um bom planejamento estratégico. Acompanhe!

Faça uma análise de ambiente

Essa análise consiste em um diagnóstico dos ambientes externo e interno. Fora da sua empresa, são avaliados os impactos que as leis, as variações no câmbio, as condições naturais e a atuação dos concorrentes exercem no seu negócio — daí, são apontadas as oportunidades (explorá-las) e ameaças (minimizá-las) ao seu empreendimento. Internamente, fatores como os recursos tecnológicos, estruturais e humanos são apreciados para definir os seus pontos fortes e fracos.

É um estudo relevante para você entender as condições da sua empresa dentro do seu mercado de atuação.

Estabeleça objetivos e metas

Uma estratégia não deve ser colocada em prática se ela não tiver um direcionamento bem definido. Os objetivos primários devem representar a principal intenção da sua empresa ou da sua campanha, como aumentar o faturamento em 50% em 12 meses ou conquistar X novos clientes em 24 meses, por exemplo.

As metas são os pontos de referência que você precisa passar para alcançar os objetivos primários, como reduzir os custos de produção em 20% ou gerar X novos leads.

Você deve aproveitar essa fase também para criar a filosofia da organização (missão, visão e valores). Esses itens ajudam o público interno (mesmo que seja só você) e externo a entender o papel do seu negócio no mercado e na sociedade.

Identifique o seu público-alvo

Para que você alcance seus objetivos de negócio, é bom saber com quem sua empresa se relacionará. Ainda assim, procure ir mais a fundo nessa pesquisa de público-alvo, mesmo que isso tome muito tempo ou dinheiro. Valerá a pena buscar mais do que dados demográficos e ir atrás dos hábitos de compra e consumo de informação, interesses pessoais, problemas, necessidades, objetivos e desejos. Isso garante assertividade na sua comunicação, o que proporciona mais oportunidades de negócio.

Elabore um plano de ação

O plano de ação é a etapa em que são detalhadas as estratégias, as metodologias e as ferramentas usadas para alcançar os objetivos definidos anteriormente. Com base também no público-alvo, campanhas de marketing e de venda são criadas, canais de comunicação (off ou on-line) são escolhidos e produtos e serviços são desenvolvidos para atender à demanda.

Defina métricas de acompanhamento

As métricas ou os indicadores de desempenho são usados para acompanhar a performance dos projetos durante e após sua execução. Eles são estabelecidos sobre os objetivos e as metas, ou seja, se a projeção é aumentar as vendas em 30% na campanha de Natal da sua empresa, então as métricas a serem analisadas são: taxa de vendas, custo por venda, ticket médio, leads gerados, etc.

Um planejamento estratégico bem feito é a chave para o sucesso de muitos negócios, projetos e campanhas. Ele garante mais eficiência às suas tomadas de decisões, visto que gera informações relevantes quando você mais precisa, como questões referentes à concorrência, ao público-alvo e à revisão de objetivos e metas. Assim, você não precisará apostar somente na sorte ou no seu feeling para fazer sua empresa deslanchar.

Como costuma ser feito o planejamento estratégico na sua empresa? Deixe um comentário!