Se o seu objetivo como gestor de uma empresa é aumentar as vendas do seu produto ou serviço e, com isso, aumentar o faturamento, talvez seja a hora de adotar uma visão estratégica no seu negócio.

A visão estratégica ainda é pouco aplicada nas empresas. Por vezes, é aplicada de modo confuso e pouco claro, de forma a impedir o alcance da sua eficiência.

Mas você sabe o que é a visão estratégica, por que ela é importante e como aplicá-la? Então continue a leitura deste post e saiba mais sobre o assunto!

O que é a visão estratégica?

A visão estratégica é um exercício de planejamento do futuro da empresa. Nesse sentido, deve-se definir um objetivo a ser conquistado a longo prazo e, a partir dessa definição, traçar as ações a serem realizadas para a concretização desse objetivo.

Assim, a visão é o que a companhia deseja e a estratégia, por sua vez, são as ações para alcançar esse desejo.

A visão estratégica de uma empresa pode ser aumentar o faturamento em x por cento em determinado período de tempo ou conquistar o mercado local ou regional.

Seja qual for, a empresa deve ter definido qual o seu objetivo no mercado de consumo. Uma vez definida a visão, a empresa deve traçar o planejamento estratégico para viabilizar a concretização do objetivo traçado.

Por que a visão estratégica é importante?

A empresa que não define sua visão estratégica tende a trabalhar sem um objetivo claro e, consequentemente, a se paralisar no mercado.

Todo empreendedor precisa pensar no futuro da sua companhia e saber onde quer chegar em um período de tempo, pois só assim poderá traçar um planejamento que corresponda a seu objetivo.

Além disso, somente com a definição de uma visão por parte da empresa é que os seus empregados poderão ser mobilizados no sentido de querer contribuir para a concretização de uma meta.

Assim, a determinação do empreendedor em concretizar essa visão o torna apto a mobilizar os funcionários, bem como a substituir aqueles que não contribuem para o desenvolvimento de um negócio de sucesso.

Como aplicá-la?

Para traçar a visão estratégica é necessário ter um objetivo, um escopo e as vantagens competitivas.

Nesse contexto, o objetivo da empresa pode ser quantitativo, como aumentar o faturamento, ou qualitativo, como melhorar a qualidade técnica do produto ou do serviço e capacitar os empregados.

Já o escopo consiste na definição dos limites de atuação, que pode ser quanto ao segmento, público-alvo, posicionamento no mercado, entre outros.

E, por fim, as vantagens competitivas, que é reconhecer o que é feito de melhor em relação aos concorrentes.

Ou seja, é preciso traçar um objetivo e definir os pontos fortes e fracos da empresa para, a partir daí, traçar um planejamento estratégico, que é o conjunto de ações a serem seguidas por todos os funcionários e setores da empresa a fim de concretizar os planos idealizados.

Dessa forma, a visão estratégica permite ao empreendedor não só uma visualização do seu futuro, como o instiga a analisar as falhas a serem sanadas, as dificuldades enfrentadas e as vantagens que apresenta ao mercado.

Gostou das nossas dicas sobre a visão estratégica? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário!